Skip to main content

Retrofit residencial de Giovanna Gogosz

A técnica vem ganhando cada vez mais espaço em empreendimentos e casas, como mostra a arquiteta Giovanna Gogosz

Retrofit

Uma nova tendência que tem feito muito sucesso no Brasil é o chamado “retrofit” em projetos de arquitetura. Essa é uma técnica originada da Europa, que surgiu com o objetivo de ressuscitar a beleza daquilo que está morto, em outras palavras, é o procedimento utilizado para proporcionar a revitalização de um imóvel (casa ou prédio), sem alterar os aspectos originais da obra, trazendo as tendências atuais.

Muitas pessoas pensam que, para transformar o seu lar em um ambiente moderno, é preciso começar do zero, vender aquilo que é velho e partir para uma nova construção. Mas, segundo a arquiteta Giovanna Gogosz, por meio do “retrofit” é possível, com criatividade, adaptar um projeto antigo já realizado e proporcionar a casa dos sonhos de muitas famílias. Leia+Mais→

Guto Requena no Sesc Avenida Paulista

Desenvolvido com exclusividade para o Sesc Avenida Paulista, Empatias Mapeadas, proporciona integração entre os visitantes

Empatias

O Sesc Avenida Paulista tem trabalho assinado, criado com exclusividade, para o evento de abertura pelo arquiteto e designer Guto Requena. Empatias Mapeadastraz uma escultura paramétrica interativa, com luzes que pulsam e caixas de som que mixam e transmitem sons dos batimentos do coração dos convidados que ali puserem suas mãos e onde os batimentos serão captados.

Guto explica que a ideia do projeto é, entre outras coisas, “estimular empatia entre pessoas que não se conhecem, numa experiência imersiva e interativa.” Segundo ele, “se praticarmos mais a empatia podemos caminhar pra sermos uma sociedade mais igualitária. As novas tecnologias digitais aliadas a arte podem nos auxiliar nesse processo”. Leia+Mais→

AMZ integrado ao jardim

AMZ Arquitetos projeta casa com área social liberada de paredes e integrada ao jardim

amz

Localizada em um bairro residencial e arborizado de São Paulo, a Casa Bélgica, projeto assinado pelo escritório AMZ Arquitetos, dos sócios Adriana Zampieri e Pablo Alvarenga, tem o programa dividido em 3 blocos (serviço, área íntima e lazer), empilhados de modo a criar uma área social liberada de paredes e totalmente integrada ao jardim, de onde se tem a percepção de toda a dimensão do terreno.

O bloco de serviços é separado do estar e piscina por painéis de correr translúcidos, de modo que seus ambientes (copa, cozinha e churrasqueira) sejam integrados à área social quando desejado. Leia+Mais→

Japan House recebe o Prix Versailles

Japan House, projeto do arquiteto Kengo Kuma em parceria com o FGMF Arquitetos, recebe prêmio Prix Versailles, na categoria Shoppings & Lojas, na etapa continental, projeto concorre ainda na etapa mundial do principal prêmio de arquitetura comercial

Japan House

A Japan House, espaço cultural localizado na Avenida Paulista, assinado pelo renomado arquiteto japonês Kengo Kuma em parceria com o escritório FGMF Arquitetos, foi reconhecido como o melhor projeto de arquitetura na categoria Shoppings & Lojas, na etapa América do Sul, Central e Caribe do prêmio Prix Versailles 2018.

O projeto da Japan House, que faz uso de materiais naturais e promove releitura de técnicas e elementos tradicionais das construções japonesas inseridos no cotidiano paulistano, concorre ainda na etapa mundial do Prix Versailles, que será anunciada no dia 15 de maio, na sede da Unesco, em Paris. Leia+Mais→

SESC Paulista de Königsberger Vannucchi

Projeto do SESC Avenida Paulista, de Königsberger Vannucchi, originado a partir de retrofit de antiga sede administrativa da entidade, nova unidade cria um espaço urbano com diversas possibilidades de percursos, permanências e usos

O escritório Königsberger Vannucchi é o responsável pelo projeto do novo Sesc Avenida Paulista, que será inaugurado no dia 29/4. A nova unidade se destaca como uma extensão da própria avenida, se estabelecendo como um território livre a ser apropriado pelo grande público. Entre suas características estruturais o conceito se desenvolve nos grandes acessos, nas diversas áreas de convivência – com praças internas e um terraço no topo – e até mesmo na escolha dos materiais, como o uso de vidros não reflexivos. A opção pelo material, que aparece conjugado a placas de zinco na fachada, revela as várias atividades exercidas no interior do edifício. A arquitetura só se faz completa quando ativada pela circulação das pessoas, e para esta relação toda estrutura foi concebida pensando nas ações que serão desenvolvidas na Unidade, pautadas pelo trinômio “Corpo-Arte-Tecnologia”. Leia+Mais→

Cervejaria pelo SuperLimão e McKinley Bukkart

SuperLimão Studio + McKinley Bukkart Architects assinam projeto da Goose Island Brewhouse São Paulo

Goose Island Brewhouse
A cervejaria norte-americana, original da cidade de Chicago, Goose Island Brewhouse trouxe para o Brasil o seu conceito de brewpub, um bar onde se produz e consume a própria cerveja. Foram responsáveis pelo desenvolvimento do projeto o SuperLimão Studio e o escritório canadense McKinley Bukkart Architects.

O local escolhido para o projeto foi o Largo da Batata, em consonância com a postura da marca de buscar inserir seus brewpubs em locais sob intensa transformação urbana. A primeira brewhouse em Chicago ocupava um espaço em uma antiga zona industrial em transmutação para uma região jovem e artística. A casa escolhida foi a última restante do processo de desapropriações do Metrô, com 10m de frente e 40m de fundo e uma lateral que virou a fachada do projeto, de frente para o Largo. Leia+Mais→

Complexo de uso misto Perkins+Will

Vencedor do Prêmio Master Imobiliário, Trix Tamboré usa design biofílico para promover bem-estar e qualidade de vida, por meio do contato permanente com a natureza e serviços

trix

Pensando nas necessidades da vida urbana moderna, a Perkins+Will desenvolveu o Trix Tamboré, complexo de uso misto na Zona Oeste da Grande São Paulo.

Sofisticado e inovador, o conjunto reúne apartamentos, escritórios e espaços comerciais para oferecer mais conforto e praticidade aos usuários. Próximo à Reserva Biológica Tamboré, área verde com mais de 3,5 milhões de m², o projeto proporciona contato permanente com a natureza. As grandes aberturas entre os blocos do complexo permitem a vista para o verde, inclusive na circulação das áreas comuns, além de promover melhor ventilação e insolação. Leia+Mais→

Scroll Up